O olhar do senhor Joaquim…

… levou-me a acreditar que ele continuaria a pousar para uma qualquer máquina fotográfica que se cruzasse com o seu retrato, passados todos os não-sei-quantos anos após ele ter sido retratado, sabe-se lá por quem. Aconteceu que naquele momento foi a minha máquina que o encontrou. Horas antes, dias, a de outro turista que percorreria as ruelas que o conduziria ao Castelo. Minutos depois poderá ter sido outra qualquer máquina fotográfica digital, bem mais apetrechada do que a câmara que captou, directamente, o olhar do senhor Joaquim.
Quando me deparei com o retrato do senhor Joaquim senti que queria fotografá-lo, ao retrato, e re-fotografá-lo, a ele, ao senhor Joaquim. (Nem sei se esta expressão, re-fotografá-lo, pode ser utilizada neste, ou noutro, contexto. Nem me atrevo a questionar se deverá, porque isso é outra coisa.)

Desde que iniciei a publicação de algumas das fotografias que tirei nos bairros antigos de Lisboa por onde passeei, por onde gosto sempre de passear, que me tenho cruzado com esta fotografia. Por um ou por outro motivo a sua publicação tem ficado à espera que surja o motivo que a justifique. Digamos que tal como senti que queria fotografar o retrato do senhor Joaquim, tenho sentido que quero, também, publicá-lo neste blog.
Mas publicar o quê? Um retrato antigo, colado a uma parede degradada de um imóvel abandonado localizado numa das zonas antigas da capital portuguesa? A que propósito?
Seria mais fácil justificar essa publicação com uma história de vida, a do senhor Joaquim, mas nem isso eu poderia fazer, escrever, relatar. Poderia sempre divagar acerca do passado daquele homem, da sua meninice lisboaeta. Mas… e se Lisboa não estivesse ligada às origens daquele homem. Não, não poderia inventar uma história acerca de alguém que realmente existiu.
Assim, a publicação deste retrato foi sendo adiada, imagem após imagem, e não fosse este post do Marco (do Bitaites, como é conhecido) o meu registo do senhor Joaquim poderia nunca ter saído da pasta onde guardei o respectivo negativo digital (ficheiro RAW).
Sei agora – através dos espanhóis que o Marco refere – que por capricho de um simples passeio, tão simples como a vida que se vivia naquele bairro nos tempos do senhor Joaquim, tempos para os quais somos transportados por via das ruelas e das escadinhas que percorremos, que apenas pela ironia dessa encruzilhada de calçada não tive o prazer de me cruzar com todos os outros retratos, de tantas outras vidas, que, tal como o senhor Joaquim, permitiram uma dia que as suas expressões perdurassem nas paredes que os viram passar, em vida.
Não sei se encontrei o senhor Joaquim no início ou no fim daquele projecto de retratos expostos. Sei que passei por ele num dos extremos de um conjunto de registos que, lamentavelmente, me passaram completamente ao lado. Tenho pena.
Obrigado ao Marco, por me levar ao blog onde é possível visualizar as imagens que o Jesús e Vanesa (turistas espanhóis) registaram no Beco das Fontainhas.
Uma nota final: Lisboa antiga está, de uma forma geral, mal tratada. Um exemplo são os rabiscos de tinta que mancham as paredes dos bairros, em cada rua por onde passei. É lamentável que uma Vanessa estupidamente sorridente sirva de companhia ao senhor Joaquim e ao seu sorriso.

Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

2 thoughts on “O olhar do senhor Joaquim…”

  1. Hola!

    Espero que mi castellano no sea problema. Me ha gustado mucho el post, curioso que tanto tiempo después (casi dos años desde las fotos, algo más de un año desde el post), las imágenes que Jesús y Vanesa tomaron en sus vacaciones en Lisboa vuelvan a rodar por ahí.

    Un saludo desde Madrid.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s