Um post para quem não conhece o Musictonic?

A introdução (ou coisa que o valha)
Cerca de um mês decorrido após a eliminação do meu perfil no Facebook, tenho hoje a certeza que a minha decisão em eliminar a conta de utilizador foi uma das mais úteis – digamos assim – que apliquei nos últimos meses. E nem o digo no sentido de atribuir qualquer tipo de crédito o Google+, até porque nem tenho utilizado esta rede social com a dedicação a que me propus inicialmente, em parte devido à fraca afluência, de uma forma geral, dos utilizadores que fazem parte dos meus círculos – algo com que em certa medida já contava. Existem neste momento, e não sou eu que o digo, são as revistas e os websites da especialidade, milhares de utilizadores que depois de terem criado as suas contas, nunca mais lá regressaram. Mas nem é sobre isto que quero falar.

Dando a mão (apenas uma) à palmatória

O FB tem coisas boas, nunca o neguei. O facto de servir de meio para que as pessoas cheguem até outras pessoas é, do meu ponto de vista, talvez a mais importante. Mas não é uma exclusividade da rede – o próprio algoritmo aplicado nas pesquisas do Google poderá fazer isso em muitos casos (quem me quiser encontrar na Internet e entrar em contacto comigo por esta via só tem de pesquisar o meu nome e isso para mim é o suficiente). Além disso, o FB apenas facilita este processo de encontro, ou reencontro. Com excepção desta característica, acho que as pessoas dão demasiada importância ao Facebook. Sem pretender fazer juízos de valor (guardo-os para mim), dou por terminado este parágrafo.

Acesso à informação

Esta é uma das grandes vantagens que os utilizadores atribuem ao Facebook. Compreendo. Porém, mantenho algumas reservas no que esse acesso pode trazer de útil. Reparem: o FB é um local de partilha, no qual é partilhada, como é lógico, informação. Mas não apenas informação pessoal, interesse ou não para um “amigo” que nunca se viu mais magro nem mais gordo. Partilha-se igualmente informação institucional, por exemplo. Informação de utilidade pública também, assim como, na maior parte dos casos, informação que de útil tem muito pouco, ou que não necessitamos ao ponto de nos distrairmos do que realmente nos interessa em determinado momento do dia ou fase da nossa vida.

Não descobrimos nada da Internet, mas somos bons a partilhar

A frase não é minha, é de Pedro Miguel Oliveira, director da revista Exame Informática, e escreveu-a no contexto do editorial da edição do corrente mês da referida publicação. O que ele pretende dizer, e passo a citar, é: “O caudal de informação a que estamos sujeitas na Web obriga-nos a perscrutar dezenas e dezenas de posts, tuítes, likes, digs… a um ritmo frenético. E não temos de ir procurar. A informação vem ter connosco onde estamos. (…) O estarmos permanentemente informados é bom. Mas há um grande problema: estamos a perder o prazer da descoberta.”. Permitam-me uma pequena confidência: também passei pela fase de “não necessitar” (pensava eu…) de procurar informação. Muitas vezes ela vinha até mim. Apercebi-me deste facto quando li o artigo do Pedro Miguel Oliveira, passadas cerca de três semanas após eu ter eliminado a minha conta no Facebook. Até na blogosfera começo a sentir o mesmo. Mas os blogs têm, na generalidade, uma coisa que não reconheço nem ao FB, nem ao G+, Twitter ou outro qualquer do género: conteúdo, no verdadeiro sentido do termo.

Para terminar, um exemplo.

E é um dos exemplos mais simples que posso partilhar: dá-me mais prazer recorrer ao Musictonic para descobrir artistas e grupos que não conheço, do que eles virem ter às minhas mãos via uma qualquer rede social.
Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

2 thoughts on “Um post para quem não conhece o Musictonic?”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s