Como é que se diz?… "Ir aos bolsos", não é?

O Estado é o governo central, os governos regionais, as autarquias e todas as empresas públicas, parcerias público-privadas, institutos e sei lá mais o quê, que dependem directa ou indirectamente dos governos e das autarquias. O Estado são todos os cidadãos que, não tendo possibilidades, gastaram – em muitos casos, insistem em continuar a gastar – mais do que podem.
O Estado sou eu que, na qualidade de indivíduo e de cidadão, faço contas à vida e acabo por pagar o esbanjamento que todos os dias nos entra pelos ouvidos dentro através dos media.
O Estado vive, efectivamente, acima das minhas possibilidades – não restam dúvidas. Viverei eu, por consequência, acima das minhas próprias possibilidades? Creio que sim.

Cão azul, via Floresta do Sul
Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s