Amor combate

Linda Martini, claro.

Eu quero estar lá
Quando tu tiveres de olhar para trás
Sempre quero ouvir
Aquilo que guardaste para dizer no fim
Eu não te posso dar
Aquilo que nunca tive de ti
Mas não te vou negar
A visita às ruínas que deixaste em mim
Se o nosso amor é um combate
Então que ganhe a melhor parte
O chão que pisas sou eu
O nosso amor morreu quem o matou fui eu

Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

2 opiniões sobre “Amor combate”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s