Um facto, irónico por sinal.

Foto: Patrícia Melo Moreira / AFP
Ao visualizar esta galeria de imagens, e outras (basta percorrer os jornais, a blogosfera e as redes sociais) registadas aquando da Greve Geral de 22 de Março, não consigo deixar de pensar no que passaria pelas cabeças dos agentes da força policial que desancou à bastonada em alguns dos presentes na manifestação – não interessava se eram manifestantes ou jornalistas.
Que pensamentos percorreriam as mentes protegidas pelos capacetes? Pensariam sequer?… Ou estariam apenas a executar as acções para que são programados, sem pensarem e ignorando o triste facto, irónico, de que as suas vidas pessoais e profissionais estão a ser tão enrabadas como as de quem foi para a rua dizer Basta! e que sentiu ser depositada sobre os seus corpos a pressão exercida pela força dos bastões?
Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s