A onda de 30m na Nazaré

Eu não tenho dúvidas que a onda da Nazaré é enorme. E, caso tivesse, dissipar-se-iam com a visualização do vídeo. Também não questiono, como é óbvio, a coragem e a disciplina de quem dropa esta massa de água (é preciso tê-los no lugar).
Do que duvido – sem desvalorizar o que afirmo acima – é que a onda se erga aos 30m.
Das duas, uma: ou trata-se de uma ilusão de óptica, através da qual os meus olhos não reconhecem os “cerca” de 30m; ou a onda terá efectivamente menos 10m (mais metro, menos metro) do que o anunciado.
Esta é uma dúvida que sustento desde que vi estas imagens pela primeira vez, na TV, em Novembro último. Contudo, não deixam de ser imagens sempre belas. E tanto quanto percebi, trata-se de uma onda imprevisível, independentemente se se ergue até aos 20m ou 30m.
Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s