As Parcerias (ruinosas) Público-Privadas

Continuo a bater na mesma tecla: enquanto não houver responsabilização, haverá sentimento de impunidade. E enquanto o sentimento de impunidade dominar, este cenário manter-se-á no panorama político-financeiro nacional – e regional, e local -, independentemente de se tratar de PPPs ou de outras filhas-de-putice a que já nos habituámos, levadas a cabo por intervenientes com poder nas frentes política e financeira, mas privados de honra e de sentido de Estado.

http://sicnoticias.sapo.pt/skins/sicnot/gfx/jwplayer/player.swf
O comentário assertivo de José Gomes Ferreira sobre as PPP.

Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

Uma opinião sobre “As Parcerias (ruinosas) Público-Privadas”

  1. Miguel, a responsabilização faz-se nas urnas. Infelizmente temos 36 anos de alternância sem alternativa (PS, PS com CDS, PS com PSD, PSD, PSD com CDS…) e o resultado combinado desta gente ronda sempre os 80 a 85% dos votos.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s