The Chameleons, Script of the Bridge- 25th Anniversary Edition

Há coisas para as quais eu não tenho alguma justificação. Uma delas é o facto de eu ter ficado tanto tempo sem ouvir The Chameleons, depois de conhecê-los já lá vão uns bons anos. A excepção a esta interrupção aconteceu num serão em que recordei algumas pérolas da música que, em boa verdade, nunca esqueci – Ride é outra banda que estou a recuperar, já The Smiths, esses, nunca abandonei.
Vem isto a propósito do álbum duplo Script of the Bridge – 25th Anniversary Edition, dos Chameleons, precisamente. Que obra de arte!
O sacou-o da prateleira da sua sala, e a outros dois da banda (Return Of The Roughnecks e Strange Times), e ripei-os ali mesmo sem pedir licença a mais ninguém.
Para quem os conhece e está há demasiado tempo sem ouvi-los, como eu estive, estou a falar disto (e é só uma parte do 25th Anniversary Edition):
Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s