N 38º 44.xxx W 27º 19.xxx

Durante uma pausa para enxugar os pés, aviar um lanche e descansar uns minutos antes de retomarmos o passeio. Foi na lagoa à minha direita que apanhei a libelinha.

Fotografia: Anahí Meyer

Um par de horas e uns quantos quilómetros adiante, tirámos a foto do grupo à sombra de um sábio cedro (espécie endémica) rodeado de invasoras – não me refiro a nós, que estávamos ali só de passagem, para não incomodar muito. Penso que não há um único lugar na ilha em que não existam espécies invasoras, por mais complicado que seja o acesso.

Fotografia: Anahí Meyer

Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s