Entretanto…

O natal passou, venha o ano novo, dois mil e treze…
Lembro-me de pensar no ano dois mil como um tempo distante, e lembro-me de fazer contas de cabeça para saber quantos anos teria de vida quando ele chegasse. Quem não fez contas de cabeça?…
Entretanto, chegou, e passaram-se treze anos. Temos mais treze anos do que a idade que teríamos no ano dois mil. Não foi há muito tempo. Nem já passou quase tanto tempo.

Se até lá não houver oportunidade, votos de feliz ano dois mil e treze, com coisas boas, sejam elas quais forem desde que as desejem.

Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s