Entretanto, mais um dia em Portugal.

A verdade é que Pedro Passos Coelho começou a enganar os seus eleitores, dos quais eu fiz questão de excluir-me, a partir do primeiro minuto em que o candidato a Primeiro Ministro iniciou a sua campanha eleitoral.
Muitos dirão que terá sido a partir do momento em que o Governo tomou posse e começou a trabalhar, fazendo o contrário do que tinha proposto, em alguns casos, e prometido, noutros, aos portugueses.
Não, ponto. A mentira, assumida, mas não tornada pública (como é óbvio), começou quando Passos Coelho anunciou as propostas e as promessas que sabia a priori, não poder vir a cumprir, em alguns casos, nem querer, noutros.
É a este tipo de gente a quem Portugal está entregue: a Passos, a Portas, a Seguro e a todos quantos andam à volta dos três principais intervenientes do chamado “arco da governação”. “Arco da governação”… E há ainda o Cavaco, não me esqueci do Cavaco, essa cereja no topo do bolo, na maior parte do tempo (com excepção para os momentos em que aposta tudo, e tudo é o futuro da Nação, numa roleta russa) um mero figurante num desfile com rumo incerto.
Temos tido nas últimas quase quatro décadas governantes que não são mais do que marionetas nas mãos dos Donos de Portugal.
É esta gente que serve e presta vassalagem a quem realmente manda em Portugal.
Sinceramente, interessam-me as trafulhices designadas de swaps. Interessa-me que Gonçalo Barata, nomeado por Assunção Cristas para actual administrador das Águas de Portugal, seja o dirigente do CDS-PP que em 2005 trabalhava com recém demissionário Secretário de Estado do Tesouro no Citigroup e tentou vender swaps ao governo de José Sócrates para esconder o défice. Interessa-me que o actual Ministro dos Negócios Estrangeiros tenha sentado o seu douto rabo na Sociedade Lusa de Negócios e trás no seu douto currículo a filha-de-putice conhecida como “caso BPN”. Interessam-me todos os outros exemplos protagonizados por uma corja de pseudo-políticos (pseudo, sim, considerando o verdadeiro significado de política), boys e girls colados ao poder por via do carreirismo político-partidário com ou sem origem nas jotas do, lá está, “arco da governação”. Interessa-me tudo disso. A sério. Interessa-me saber onde estou e o que se passa à minha volta para bem da minha sanidade cívica e moral (neste domínio, já que em alguns outros ela poderá ser questionável). Interessa-me, enquanto cidadão que faz por não abstrair-se da realidade.
Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

One thought on “Entretanto, mais um dia em Portugal.”

  1. Pois é, Miguel. Lembras e bem que a pouca vergonha arrancou bem antes da tomada de posse. Eu não me esqueço do supremo acto de canalhice que foi o pedido de desculpas público de Passos Coelho ao povo, quando em Maio de 2010 se entendeu com o governo anterior para dar início à sucessão de pacotes de austeridade que viria a aprofundar, após o Verão de 2011.

    Quando a essa patranha que é a expressão “arco da governação”, só posso acrescentar que em democracia (mesmo numa democracia quase apenas de fachada, como a nossa) quem decide quem faz parte do “arco da governação” é o povo. E que ninguém é dono dos votos que teve, já que os que tem pertencem à consciência de todos e cada um de nós, cidadãos com poder de voto.

    Não há solução para o país no quadro desta política nem com os protagonistas de sempre. PS, PSD e CDS não têm feito outra coisa do que servirem como representantes políticos do poder económico, alternando (sem alternativa) entre exercício de cargos públicos e exercício de funções privadas. Uma sem-vergonhice que me espanta ser tão bem engolida pela maioria de nós.

    Até quando?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s