Quatro resoluções

Em quarenta e um anos de vida (quase quarenta e dois), este novo ano ficará marcado em mim como o primeiro em que defini aquilo a que a sociedade designa vulgarmente de “resoluções de ano novo”. São quatro, as resoluções que defini e marquei na agenda de 2016.

Não falarei sobre elas neste blogue, mesmo considerando que este é um espaço de carácter pessoal. Ou melhor, para já não tenho a intenção de falar sobre elas – não de forma directa. Poderei, eventualmente, abordá-las de forma subtil no contexto de algo que possa vir a escrever e que se relacione, directa ou indirectamente, com cada uma das resoluções definidas.

Seja como for, são quatro resoluções cujos objectivos visam proporcionar a mim próprio e à minha família uma melhor qualidade de vida – se já a temos, apesar dos obstáculos que se apresentam no decorrer da vida, porque não tentar melhorá-la?

É que, no fundo, a qualidade de vida está directamente relacionada com a satisfação que obtemos em sequência dos objectivos a que nos propomos e atingimos.

Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

One thought on “Quatro resoluções”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s