A Uber como exemplo do que parece estar a chegar

De tudo o que tenho lido e ouvido na comunicação social portuguesa acerca do conflito Uber vs taxistas, ainda não vi um só pingo do realmente está em causa no modelo de negócio praticado pela empresa que movimenta milhões de dólares anualmente em todo o mundo, modelo este que tende a estender-se a outras áreas de negócio a curto e médio prazo. Ao invés, o que mais vejo são as já típicas notícias sensacionalistas, neste caso em concreto sobre as agressões dos taxistas aos motoristas Uber, ou outros que foram confundidos como tal, o que é lamentável, claro.

Se por um lado defendo que a tecnologia pode e deve ser aproveitada para o desenvolvimento de novas oportunidades de negócio, recorrendo às plataformas móveis, como é o caso da Uber, por outro não vejo com bons olhos o atropelamento provocado por esta nova realidade laboral. Ou seja, estou dividido em relação a este conflicto Uber vs Táxi, apesar de a balança estar bem mais inclinada para a defesa dos motivos que levaram os taxistas a protestarem ontem em larga escala em Portugal.

Deixo abaixo as ligações que o Daniel Carrapa partilhou num texto publicado no Facebook, texto este, aliás, cuja leitura recomendo.

www.jacobinmag.com/2014/09/against-sharing/
www.jacobinmag.com/2016/03/uber-airbnb-sharing-economy-housing-tech/

Anúncios

Publicado por

Miguel Bettencourt

Marido, pai, informático e entusiasta da fotografia. Corro, não só pelo prazer que a corrida me proporciona, mas sobretudo porque posso correr.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s